Escolho tudo

filtro7

Queria sempre saber o que dizer. Queria não me sentir tão mal quando digo não. Queria fazer as pessoas me entenderem. Queria mostrar pra todo mundo o lado belo da vida. Queria fazer as pessoas chorarem de alegria. Queria ser um bom exemplo. Queria ajudar a todos que são infelizes. Queria não me preocupar tanto. Queria não sofrer pelos problemas dos outros. Queria conduzir todo mundo rumo aos próprios sonhos. Queria saber mais sobre filosofia, psicologia, educação. Queria escrever mais e melhor. Queria inspirar alguém. Queria provocar sorrisos. Queria ser artista. Quero mudar o mundo.

Não querer mais por querer demais

não mais Às vezes a gente decide se afastar de alguém exatamente por querê-lo por perto. E diz adeus justamente por querer vê-lo chegar. E vira a página simplesmente porque não quer que a história tenha um fim.

Em alguns momentos, a gente diz não a alguém ao perceber que só quer dizer sim. E o deixa ir porque quer que ele fique pra sempre. E fecha os olhos de tanto querer fitar aquele olhar.

A gente perde por medo de não ganhar, manda embora por não ter coragem de pedir pra ficar, vira as costas pra não ter um abraço recusado. Pra não sofrer, pra não se decepcionar mais uma vez.

Se a gente sabe que a outra pessoa não está ali de verdade, às vezes o melhor é não estar também. Engolir um sentimento em seco no presente pode ser menos doloroso que insistir em algo sem futuro…

//
Apenas mais uma de amor – Lulu Santos

Eu gosto tanto de você
Que até prefiro esconder
Deixo assim ficar
Subentendido

Como uma ideia que existe na cabeça
E não tem a menor obrigação de acontecer

Eu acho tão bonito isso
De ser abstrato baby
A beleza é mesmo tão fugaz

É uma ideia que existe na cabeça
E não tem a menor pretensão de acontecer

Pode até parecer fraqueza
Pois que seja fraqueza então,
A alegria que me dá
Isso vai sem eu dizer

Se amanhã não for nada disso
Caberá só a mim esquecer
O que eu ganho, o que eu perco
Ninguém precisa saber

Querência

Eu quero uma bicicleta, apesar de eu nem saber andar. Só porque tenho vontade de ser livre no parque.

Eu quero voltar a estudar inglês, mesmo sem dinheiro. Só porque nisso quero ser como todo mundo.

Eu quero ser produtora musical, ainda que não entenda tanto de música. Só porque sempre quis ser o Nelson Motta.

Eu quero ser professora, tudo bem se ganhar pouco. Só porque essa foi a primeira decisão que tomei na vida, aos 6 anos.

Eu quero ser pesquisadora de música, brasileira, de preferência. Só porque esse é um dos poucos assuntos que me causam uma geada na barriga.

Eu quero me apaixonar mais uma vez, mas por alguém viável. Só porque essa foi uma das sensações mais deliciosas que já senti.

Eu quero tocar violão, direitinho. Só porque nunca me dei bem com instrumentos musicais e preciso vencê-los.

Eu quero escrever um livro, sobre qualquer coisa interessante. Só porque quero ver em uma livraria a prova de que consegui finalmente ter uma boa ideia.

Eu quero ser compositora, as letras eu até já tenho. Só porque quero ouvir alguém cantando algo que eu consegui produzir.

Eu quero ajudar um monte de gente, de algum jeito. Só porque isso faz minha existência ser útil para o mundo.

Eu quero ser uma boa repórter, de Política ou de Cultura. Só porque também amo a profissão que eu escolhi para exercer.

Eu quero voltar para Brasília, o mais rápido possível. Só porque sinto falta da família, dos amigos, de não ter dívidas.

Eu quero ficar em São Paulo, pra sempre. Só porque gosto da independência, dos amigos, da cultura, do trabalho.

Eu quero isso e quero aquilo, tudo ao mesmo tempo. Só porque sou muitas em uma só e não me importo mais em querer tanto.

//
Eu quero sol nesse jardim – Catedral

Eu quero sol nesse jardim
Quero justiça e paz
Quero andar nas ruas, sem temer
Eu quero brilho do luar
Eu quero viajar
Pelo azul dos céus
E quero te entender
Quero te conhecer
Quero correr ao encontro
De tudo que tive e perdi,
Nem sei porque!
Quero aprender a amar
E saber perdoar
Pois teu amor no meu peito
Me mostra direito
O caminho para ser feliz
Eu quero sol nesse jardim
Quero a luz da manhã
E a mais perfeita de todas as canções
Quero a verdade no olhar
Eu quero amor sem fim
Tenho a certeza que você nasceu pra mim.

Quero Quero – Cláudio Nucci

Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Muito inibido, recatado, tímido, puro de amor
Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Arrebatado, atirado, rápido, sem pudor
Sempre nessa vida solta
Fazendo a gente se chegar
Ao encontro natural
Muito bom de se ficar
Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Muito inibido, recatado, tímido, puro de amor
Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Arrebatado, atirado, rápido, sem pudor
Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Muito inibido, recatado, tímido, puro de amor
Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Arrebatado, atirado, rápido, sem pudor
Sempre nessa vida solta
Fazendo a gente se chegar
Ao encontro natural
Muito bom de se ficar
Ai, eu quero, quero tanto
Que você me aceite do jeito que eu sou
Descabelado, malucado, doido
Mas muito integrado nesse nosso amor