Quem me faz feliz

felizDurante muito tempo busquei um amor, um relacionamento para preencher um vazio que sentia no peito. Achava que ser amada por alguém que não fosse da minha família era a chave para eu ter certeza de que tinha valor. Condicionei por anos minha felicidade ao surgimento de um homem que chegaria resolvendo todos os meus problemas: da autoestima à companhia pra ir ao cinema. Até lá, aguardaria infeliz e sozinha o resgate. Depositei responsabilidade demais nas costas de um desconhecido que não sabia nem se e quando chegaria.

Mas a maturidade me ensinou que seria justamente o contrário. Primeiro eu me cuidei, primeiro eu libertei meus cabelos, primeiro eu passei a me olhar no espelho, primeiro eu fiz terapia, primeiro eu enfrentei meus medos, primeiro eu abracei meus defeitos com mais carinho, primeiro eu passei a amar quem sou, primeiro eu fui fazer o que realmente tinha vontade, primeiro eu viajei sozinha, primeiro eu comecei a gostar da minha companhia. Primeiro eu… Primeiro EU!

E foi aí que, buscando a felicidade, descobri que já tinha esbarrado com ela fazia tempo. Voltei e a puxei pelo braço. Não pretendo largar nunca mais. Aquela primeira busca ainda está de pé, só que de outro jeito. Não quero alguém pra me fazer feliz. Feliz eu já sou. Quero alguém pra compartilhar minha felicidade.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s