Pra ficar junto

casalDeixando essa teoria de que “os opostos se atraem” de lado, podem existir vários motivos para duas pessoas que se gostam não ficarem juntas.

Elas podem se gostar muito, mas ter uma total incompatibilidade de gênios. Brigam por qualquer coisa, discutem por causa do tom do bom dia que o outro fez, por que ele foi mais carinhoso que o normal e ela mais fria. Ela se irrita quando ele quer ficar sozinho. Ele se incomoda porque ela nunca fica sozinha.

Eles podem se gostar muito, mas terem crenças diferentes. Ela vai à igreja toda semana, faz o sinal da cruz quando passa na porta do templo, reza antes de dormir, quando acorda, fala em Deus muitas vezes ao dia. Ele nem sequer acredita que Deus exista e acha um absurdo, uma hipocrisia ela perder tanto tempo da vida se dedicando à vida religiosa.

Eles podem se gostar muito, mas defenderem visões políticas diversas. Ele cresceu acreditando que comunistas são comedores de criancinhas, que essa coisa de socialismo é utópica, que Fidel Castro é um homem do mau, que a privatização foi a melhor coisa que aconteceu ao Brasil. Ela não bebe Coca-Cola para não alimentar o imperialismo americano, aprendeu a ler com um livro de Marx e Engels, acha que essa elite burguesa só maltrata o povo, que ser socialista é uma filosofia de vida, que o capital existe para sugar a vida das pessoas.

Eles podem se gostar muito, mas estarem em momentos difusos da vida. Ela acabou de se formar, quer construir uma carreira, viajar pelo mundo, comprar um carro. Ele tem 35 anos, quer se fixar num emprego, financiar um apartamento, ter filhos. Ou ela tem um relógio biológico apitando, avisando que está na hora de se apaixonar, casar e acelerar a produção das crianças. Enquanto ele não quer abandonar as baladas, o futebol com os amigos, a cervejinha todo dia, a variação de pares.

Eles podem se gostar muito e deixar as diferenças religiosas, ideológicas, comportamentais e temporais falarem mais alto. Mas, se o que sentirem um pelo outro for sincero e verdadeiro, se estão ligados em pensamento o tempo todo, se ainda suspiram quando se lembram de bons momentos juntos, bem… Eles só não estão juntos porque não querem!

//
A seta e o alvo – Paulinho Moska

Eu falo de amor à vida,
Você de medo da morte.
Eu falo da força do acaso
E você de azar ou sorte.

Eu ando num labirinto
E você numa estrada em linha reta.
Te chamo pra festa,
Mas você só quer atingir sua meta.
Sua meta é a seta no alvo,
Mas o alvo, na certa, não te espera.

Eu olho pro infinito
E você de óculos escuros.
Eu digo: “Te amo!”
E você só acredita quando eu juro.

Eu lanço minha alma no espaço,
Você pisa os pés na terra.
Eu experimento o futuro
E você só lamenta não ser o que era.
E o que era?
Era a seta no alvo,
Mas o alvo, na certa, não te espera.

Eu grito por liberdade,
Você deixa a porta se fechar.
Eu quero saber a verdade
E você se preocupa em não se machucar.

Eu corro todos os riscos,
Você diz que não tem mais vontade.
Eu me ofereço inteiro
E você se satisfaz com metade.
É a meta de uma seta no alvo,
Mas o alvo, na certa não te espera!

Então me diz qual é a graça
De já saber o fim da estrada,
Quando se parte rumo ao nada?

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s