Vida de peixe mal vendido

Em uma feira, há peixes bonitinhos, legais, divertidos e até espertinhos que não são comprados porque seus donos simplesmente não aprenderam a vendê-los. Esses donos sempre souberam como esconder seus peixes, criticá-los, fazer alguém sentir pena deles ou, no máximo, achá-los gente fina. Mas dificilmente convencem alguém de que seria uma boa compra.

Existem, no entanto, peixes mais miúdos e sem graça que têm donos astutos e habilidosos, que os vendem como se exibissem um legítimo representante de espécie rara, suculenta e de carne nobre, se é que isso vale para os peixes. Eles sabem vendê-los e se dão muito bem por isso.

Vender o peixe é uma arte, um dom. Os bons vendedores são artistas natos, já vieram para o mundo prontos e, sem muito esforço, convencem qualquer um a comprar a peça, ainda que ela nem valha tanto quanto eles fazem parecer. Ser bonitinho, legal, divertido e esperto não é o bastante para um peixe. É preciso ter um dono artista.

Quem não nasce com o dom passa a vida inteira implorando migalhas, se esforçando o dobro para, quem sabe, alguém dedicar um tempinho a olhar o peixe nos olhos e ver que ele tem potencial, que tem uma beleza discreta e que vale a pena ser comprado. A compra, porém, nunca é feita com estardalhaços e exibições. Não é muita vantagem para o comprador levar um peixe mal vendido, mesmo que ele seja muito bom.

E tudo isso é uma pena, porque peixes bons mal vendidos sofrem por não serem valorizados e também não conseguem fazer muito a respeito. Eles sabem que a culpa é de seus donos. E os donos acham que não têm tanta culpa assim. E ambos lamentam por ficarem esquecidos no fim da feira, enquanto os miudinhos são levados a preço de ouro.

No fim das contas, dizem os especialistas, o problema é que, nesses casos, nem o peixe nem o vendedor acreditam em si mesmos. Antes de partirem para a feira, tinham que se convencer de que são bons de verdade. Senão, nem o próprio vendedor compraria seu peixe.

E aí nem adianta sonhar com a chegada de um comprador mais atento que não se convence com a venda, mas com a qualidade do produto. A boa compra só acontece quando vendedor, comprador e peixe acreditam que aquele de fato será o melhor negócio do mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s