Quando você chegar

Oi, tudo bem? Desculpa, não quero te incomodar assim com minha ansiedade fora de hora, mas preciso falar. De qualquer jeito, acho até bom você começar a conviver com ela, minha ansiedade, porque ela não deve me abandonar até você aparecer. Logo, vai ter que se acostumar.

Então, é que queria fazer uns pedidos, coisa boba. Nem sou tão exigente nem pidona, mas preciso deixar algumas coisas claras, tudo bem pra você? Bom saber que me entende, afinal, se não entendesse, pelo menos um pouquinho, nem chegaria à minha vida, não é mesmo?

Bom, primeiro quero pedir pra, quando você chegar, por favor, não vir dirigindo um Camaro, uma Ferrari ou uma Hilux. Sem querer ser preconceituosa, mas já sendo, não costumo admirar pessoas que precisam ostentar exageradamente sua conta bancária para chamar a atenção. Não é nada pessoal. É meu jeito.

Se puder surgir sorrindo também seria ótimo. É que adoro pessoas de bom humor, que me façam rir, sem serem bobas, claro. E pode deixar a barba por fazer. Homem fica um charme sorrindo com a barba por fazer. Com a roupa não me importo tanto. Não sou exatamente o modelo de estilo. Então, se vestindo de acordo com a sua idade, tá muito bom.

Ah, não precisa trazer flores. A última vez que recebi uma rosa ela veio seguida de um abraço de despedida e muito choro. Deixa isso pra depois. Chocolate também é dispensável. Aliás, nem poderei comê-los, então é melhor não me fazer passar vontade.

Se você for normal, uma pessoa normal que tem uma vida normal e fala coisas normais, vai ser lindo. Já conheci príncipes, teóricos, filósofos, dançarinos, visionários, comediantes e artistas. E, acredite, eles seriam bem melhores se fossem simplesmente normais.

Há outra coisa sobre a qual você não pode se descuidar: a altura. Você sabe, não me sinto confortável em ver alguém me apontando na rua porque estou me esforçando para diminuir meu 1,83 metro de altura para dar a mão ao companheiro baixinho. Novamente peço desculpas pelo preconceito, mas essa é uma cláusula sobre a qual não abro mão. Dê um jeito de ser alto, por favor!

No mais, sei lá, venha preparado. Eu não sou uma pessoa muito fácil de lidar. Sou do tipo que não bebe, não é muito boa em piadas, se irrita com quase qualquer coisa e não é assim a experiência e maturidade em pessoa. Será que você vai me aguentar? Não se assuste! Eu estou disposta a me desfazer de alguns defeitos que há muito têm me incomodado mesmo. Espero ter melhorado até sua chegada.

Por último, não que eu esteja desesperada ou morrendo de pressa, mas bem que você poderia não demorar tanto, né? Porque todos esses pedidos que fiz não fazem nenhum sentido se você não vier.

E eu troco, juro, quase todas essas exigências por ver você surgindo logo, de verdade, mesmo com carrão, flores, bombons, roupa feia, cara séria e sem barba. Mas, se puder não ser baixinho, ainda agradeço.

//

Do amor  – Tulipa Ruiz


O meu amor sai de trem por aí
e vai vagando degavar para ver quem chegou
O meu amor corre devagar, anda no seu tempo
que passa de vez em vento

Como uma história que inventa o seu fim
quero inventar um você para mim
Vai ser melhor quando te conhecer

Olho no olho
e flor no jardim
Flor, amor
Vento devagar
vem, vai, vem mais

//

Dois – Tiê


Como dois estranhos,
Cada um na sua estrada,
Nos deparamos, numa esquina, num lugar comum.
E aí? quais são seus planos?
Eu até que tenho vários.
Se me acompanhar, no caminho eu possso te contar.
E mesmo assim, queria te perguntar,
Se você tem ai contigo alguma coisa pra me dar,
Se tem espaço de sobra no seu coração.
Quer levar minha bagagem ou não?

E pelo visto, vou te inserir na minha paisagem
E você vai me ensinar as suas verdades
E se pensar, a gente já queria tudo isso desde o inicio.
De dia, vou me mostrar de longe.
De noite, você verá de perto.
O certo e o incerto, a gente vai saber.
E mesmo assim,
Queria te contar que eu talvez tenha aqui comigo,
Eu tenho alguma coisa pra te dar.
Tem espaço de sobra no meu coração.
Eu vou levar sua bagagem e o que mais estiver à mão.

Anúncios

6 pensamentos sobre “Quando você chegar

  1. Hummmmmmmmmmm
    Concordo com o que disse Cris, somos muito semelhantes.
    Tb me vi, com alguns diferenciais: o meu pode ter óculos (aiaiaiai meu coração) e não ser mt alto (maior que eu, que tenho 1,55cm, mas não mt =)
    Por favor, não fumar, tb ia gostar 😉
    Bjobjo

  2. Poxa, tbm prefiro se ele não fumar, mas não me lembrei de colocar. Tbm, os vícios são coisas que podem ser mudadas, acho melhor não parecer que sou exigente demais, né? hehehe
    Obrigada pelos comentários, amigos queridos!

  3. Um dia agente acorda e de um jeito nem lembra mais,encontra um blog(eh um blog),que faz agente pensar melhor,ler melhor e se encontrar melhor..

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s