Por dentro

Todos a veem como alguém sem brilho, triste, sem anseios, frágil. A veem apagada, pessimista, fraca, finita. Ela também.

Mas essa não é ela de verdade. No fundo, bem no fundo, é tão cheia de cor e risos e flores… É luz e amor, coragem e vontade de ser. Sem medo, sem freios, sem delírios. É feliz.

Dentro dela mora outra, uma menina de olhos sorridentes, uma mulher intensa, uma adolescente que gosta de dançar.

Essa que ela mal conhece tem tanto amor guardado, tantas risadas para dar, tantos abraços para espalhar, tantos poemas para escrever, tanto bem para fazer que dói guardar tanto.

Mas ela fica escondida, só mostra o que os outros veem. É prisioneira de uma vida confusa que escolheu não ser. É refém de pensamentos redundantes que a fazem esquecer. E se esquece de viver.

No dia que a algema for rompida, a grade se abrir e ela se libertar, será luz e cor e amor para todo lado. Será ela e o mundo, a felicidade de ser e dividir o que é belo.

Será feliz, como nunca lembrou que poderia. Vai provar que pode sim, consegue sim, de tudo um pouco, ir além, criar, impressionar, apaixonar. Trabalhar.

A partir desse dia, será diferente. Tanto que todos a virão com brilho, alegria, sonhos, iluminada, otimista, forte e infinita. Ela também.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s