Qualquer caminho serve

Assim como observadora, impaciente e romântica demais, confesso que sou muito, mas muito indecisa mesmo. A maioria das pessoas que convive comigo já me ouviu responder um evasivo “tanto faz” quando colocou alguma opção na minha frente. Uma roupa, um suco, um lanche, um caminho, uma balada. Nunca soube escolher, sempre precisei da ajuda de todo mundo. Até pra quem eu não conheço eu pergunto: “O que eu faço?”

Por isso, sou completamente adepta do jeito Zeca Pagodinho de ser: “Deixa a vida me levar” (ou pelo menos tô tentando aprender a ser assim de verdade). Quando tenho que tomar uma decisão muito importante, rezo para as coisas se definirem sozinhas (leia-se “Deus escolher”) e eu não ter que fazer uni-duni-tê.  E tem dado certo. Minha primeira grande decisão foi o curso universitário. Desde pequena dizia que ia ser professora. Mas, no Ensino Médio, foram me convencendo de que fazer Comunicação seria bacana. Fiz a inscrição e não passei no vestibular. Aí achei que seria um sinal de que eu deveria tentar Letras. Resolvi, então, fazer este curso numa faculdade particular enquanto estudava para passar em Jornalismo na federal. Fiz de novo a inscrição e me arrependi dias depois. Achei que não iria passar.  “Se tivesse colocado Letras, que é mais fácil, teria dado certo”, pensei. Não é que acabei passando e hoje amo o que faço?

E assim vem sendo. Quando fico na dúvida se viajo ou não para algum lugar, tudo muda, surge uma folga, uma grana, e consigo ir. O contrário também acontece. Tudo dá errado e eu percebo que, simplesmente, não era para ser. O mais curioso é que sou tão acostumada a fugir das decisões e com a dúvida que as certezas é que me assustam. Se alguém me disser que eu vou ser obrigada a fazer exatamente a mesma coisa para sempre, eu piro. A rotina total e absoluta não me deixa repensar, ter dúvida. Que saco isso, né?

E quando respondo “não sei” se alguém me pergunta o que quero?! Cansei de ouvir um trecho da história Alice no País das Maravilhas como resposta:  “Pra quem não sabe aonde ir, qualquer caminho serve”. Ok, qualquer caminho serve mesmo. Porque acredito que, de qualquer jeito, as coisas boas vão acontecer – e as ruins também, pra gente aprender a ser mais forte. Por isso, acho que a vida é muito mais emocionante com a dúvida. Principalmente quando a gente deixa que ela – a vida – decida sozinha que rumo quer tomar.

Deixa a vida me levar – Zeca Pagodinho

Eu já passei por quase tudo nessa vida
Em matéria de guarida
Espero ainda a minha vez
Confesso que sou
De origem pobre
Mas meu coração é nobre
Foi assim que Deus me fez…
E deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu!)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu…
Só posso levantar
As mãos pro céu
Agradecer e ser fiel
Ao destino que Deus me deu
Se não tenho tudo que preciso
Com o que tenho, vivo
De mansinho lá vou eu…
Se a coisa não sai
Do jeito que eu quero
Também não me desespero
O negócio é deixar rolar
E aos trancos e barrancos
Lá vou eu!
E sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu…
Deixa a vida me levar
(Vida leva eu)
Sou feliz e agradeço
Por tudo que Deus me deu…
Anúncios

4 pensamentos sobre “Qualquer caminho serve

  1. Toda vez que leio o blog, fico me perguntando: qual será o texto com o qual não me identificarei? Mas n tem jeito! Sempre me identifico! Tbm sou a dúvida em pessoa, só que antes encarava isso como uma coisa ruim, por isso gostei muito dessa perspectiva, de ver isso como uma coisa boa e até necessária, saudável mesmo pra vida!!

    Parabéns, Dri!!!
    Que as suas dúvidas, te levem sempre às melhores escolhas, e quando isso n for possível,aos melhores aprendizados!! (E que isso seja assim pra mim tbm! rs…)

    Beijão!!

  2. Dri, amei!!!
    Assim está sendo agora e to adorando tbm!
    Indecisa sempre, e a vida sempre ajuda! O que tiver que ser, será! bjinhos

  3. Consegui me enxergar no seu texto.. A diferença é que eu não gosto muito de ser indecisa.
    Essa característica me acompanha desde que nasci (eu acho!) e me assusta…
    É bom saber que você lida bem com ela… Vou tentar fazer o mesmo!! =D
    Beijo, gata!
    Saudades

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s