A poesia da magreza

Para uma mulher brasileira, chegar à adolescência e perceber que não vai ser gostosona e cheia de curvas é quase um atestado de que a moça vai passar o resto da vida tendo que conviver com o fato de não ser desejada (feminismo de lado, no fundo toda mulher quer isso também). Se as gordinhas fizerem dieta e frequentarem a academia, até podem chegar lá. Mas e as magras por natureza, aquelas de ruim? Estão fadadas à posição de indesejáveis? Para o Zeca Baleiro (de quem também sou fã), uma “top model magrela na passarela” é sem graça. Mas o Lenine descobriu beleza e poesia em uma mulher magra, como eu. Ainda bem que tem gosto pra tudo…

Magra – Lenine e Ivan Santos

Moça
Pernas de pinça
Alta
Corpo de lança
Magra
Olhos de corça
Leve
Toda cortiça
Passa
Como que nua
Calma
Finge que voa
Brasa
Chama na areia
Bela
Como eu queria
Magra, leve, calma
Toda ela bela
Tudo nela chama
Segue
Enquanto suspiro
Toda
Cor de tempero
Cheira
Um cheiro tão raro
Clara
Cura o escuro
Ela
Braços de linha
Dengo
Cheio de manha
Durmo
E peço que venha
Acordo
E sonho que é minha
Magra, leve, calma
Toda ela bela
Tudo nela chama

Anúncios

3 pensamentos sobre “A poesia da magreza

  1. E pra quem pensa que são só as mulheres as pessoas afligidas pela síndrome da magreza aguda: não! Sei bem do que se trata – uma disfunção crônica e resistente a quilos de arroz com feijão, toneladas de sorvete ou chocolate, semanas impulsionadas só por pizza ou hambúrguer.
    Belo blog!
    bjos

  2. Todo mundo queria ser magrelaaa!!!!!!!!!!! uma Gisele da vida.

    Magrela não anda SIMPLESMENTE DESFILA, não se acha…….é procurada,não é simplesmente é a melhor, mas……… é
    EXCLUSIVA!É o que é…Não que os outros pensam.. Não os que os outros falam
    Não o que os outros querem que sejam. É simplesmante elas prefeitasss
    ..

    Cecília Meirellys

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s